Páginas

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Uma imagem para a sexta… (#45)

Private Moon_New Zealand

Bem bacana a série Private Moon, criada pelo russo Leonid Tishkov. Uma lua artificial, criada com LEDs, plástico e metal, é fotografada em vários contextos e lugares diferentes. A foto acima foi feita na Nova Zelândia – ao fundo, o vulcão Rangitoto. Vale conferir o blog do moço.

(Via Fubiz e Leonid Tishkov)

domingo, 18 de dezembro de 2011

Simplesmente perfeito!

Queria saber quem foi o gênio que teve essa ideia. Simples e brilhante, como todas as ideias mais incríveis. A Easy Macro Cell Lens Band não é nada mais do que a fusão entre um elástico e uma lente de aumento, que serve para qualquer celular com câmera. E pra melhorar, é barata (15 dólares, mais 12 de frete). Pena que o estoque da Photojojo está esgotado. Mas eles prometem enviar em janeiro. Vou arriscar!  ;-)

Easy Macro 15


Easy Macro 04


macro-lens-band-3


Easy Macro 05

(Via
Wired)

domingo, 11 de dezembro de 2011

Arte + utopia + arquitetura = Cloud Cities

Sensacional essa instalação de Tomás Saraceno na Hamburger Bahnhof, em Berlim. Batizada de Cloud Cities, a mostra reúne vinte balões criados por esse artista argentino baseado em Frankfurt.

12_Saraceno_CloudCities

Vale aqui um parênteses: a Hamburger Bahnhof é um dos museus mais bacanas que eu visitei em Berlim (e eu nunca tinha ouvido falar nele antes da viagem!). Se só o prédio já é bacanérrimo – era uma estação de trem –, o nível das exposições de arte contemporânea que o museu hospeda é excelente. Ou seja: não dá pra deixar de visitar.

Voltando à exposição, Cloud Cities ocupa o hangar central da estação, e cada uma dessas “cápsulas-bolha” se liga a outras por meio de cabos de aço, formando um sistema conectado. Algumas delas abrigam, em seu interior, plantas suculentas, enquanto outras contêm teias geométricas.

13 14_Saraceno_CloudCities

11_Saraceno_CloudCities

A interação destas cápsulas com o espaço que as recebe é um ponto-chave na mostra. Mais do que observar essa interação, o público pode fazer parte dela, já que algumas das cápsulas-bolha são suficientemente grandes para serem acessadas pelos visitantes.

O resultado é uma visão surreal: um sistema de cápsulas interconectadas, criando uma espécie de biosfera utópica, na qual as pessoas aparentemente flutuam no ar, como que desafiando a gravidade.

10_Saraceno_CloudCities

A formação de Saraceno como arquiteto fica bem clara nessa instalação – impossível não pensar na geometria das geodésicas de Buckminster Fuller e nas criações utópicas de Peter Cook e seu Archigram na década de 1960 como possíveis influências.

09_Saraceno_CloudCities_Entwurfszeichnung

Dá vontade de ir pra Berlim A-GO-RA só pra poder visitar essa expo… se alguém estiver por lá até 15 de janeiro, aproveite!

(Via Sttatliche Museen zu Berlin)

sábado, 3 de dezembro de 2011

Função, estética e atemporalidade

Mais uma daquelas ideias simples e geniais que eu tanto adoro. Dessa vez é uma pequena estante, criada pela jovem designer finlandesa Martina Carpelan. Versátil e muito simpática, a Kulma (palavra que significa “canto” em finlandês) foi criada para ser usada nos cantos dos ambientes e pode ser instalada tanto no interior quanto no exterior das quinas. Dá uma olhada:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No seu site, Martina diz que seu objetivo como designer é reunir função, estética e atemporalidade. Parece que ela conseguiu, né? Ah, a fonte que Martina usa no seu site, também criada por ela própria, é outro exemplo bacana dessa reunião.

(Via Dornob)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails