Páginas

domingo, 18 de abril de 2010

Saved by Droog: produtos “encalhados” viram hype

Um novo olhar sobre o design e o consumo. Esse foi o tema da exposição feita pelo coletivo holandês Droog (já falei deles aqui) nesta Semana do Design em Milão. Em “Saved by Droog”, eles convidaram 14 designers para dar nova vida a objetos “encalhados”.

Saved by Droog 1
“Todos os anos, cerca de 500 empresas vão à falência na Holanda. Para onde vão seus produtos?” Com esta inquietação em mente, o pessoal do Droog foi atrás de itens de liquidação dos mais diversos tipos, de panos de prato a cestas para cachorros, de caixas de fósforo a coletes salva-vidas... e compraram mais de 5 mil produtos!!

A ideia era que os designers convidados considerassem estes produtos como “matéria-prima para reinterpretação criativa”, e iniciativa resultou em 19 produtos, alguns deles muito bacanas, como o Daily Handkerchief, criado pelo Studio Makkink & Bey. Novecentos lenços comuns receberam impressão e bordado digitais com notícias selecionadas de todo o mundo ao longo de 30 dias. O resultado gráfico ficou super cool, olha só:

Daily Hankerchief

Outro produto que me chamou atenção foi a Happy Wallet, criada pelo designer gráfico Stefan Sagmeister. Um lote de 448 carteiras em couro fake recebeu, no exterior e no interior, impressões na cor dourada que geram um jogo de palavras conforme a carteira é usada. Ao ser aberta uma vez, surge a frase “o dinheiro me faz feliz”; mas quando a carteira é totalmente aberta o sentido se inverte completamente: “o dinheiro não me faz feliz”. Trata-se, segundo o designer, de “um lembrete de que a alegria do crédito instantâneo pode se transformar em tristeza”.

Happy Wallet_Sagmeister
Essa peça me fez lembrar de outro ótimo trabalho conceitual do Sagmeister envolvendo dinheiro… mas isso já é outra história, talvez eu coloque um outro post para quem tiver curiosidade.

Além de bacana, a iniciativa do Droog é sustentável, ao propor o aproveitamento de produtos que poderiam cumprir perfeitamente a função para a qual foram fabricados, mas que por circunstâncias específicas não haviam chegado ao final da cadeia – o consumidor. Uma forma inteligente (e provocativa, como é típico do Droog) de economizar recursos na hora da produção e evitar a necessidade de reciclo.

Para ver todos os itens da coleção “Saved by Droog”, clique aqui. E o manifesto que faz parte desta ação pode ser visto aqui.

(Fonte: Droog)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você tem algo a dizer? Ótimo, escreva aqui!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails