Páginas

quinta-feira, 11 de março de 2010

Inaugurado museu em homenagem a Vico Magistretti



Um dos grandes  maestri  do design italiano, Vico Magistretti (06.10.1920 – 19.09.2006), agora tem um museu dedicado à sua obra. A Fondazione Vico Magistretti inaugurou, em Milão, no início deste mês, um museu que ocupa o lugar onde era o escritório de Magistretti. Esta prática, ao que parece, está se tornando uma espécie de tendência, o que é ótimo: em julho do ano passado visitei o Studio Museo Achille Castiglioni, dedicado ao trabalho deste outro gigante do design italiano, e a experiência foi incrível. Embora já conhecesse bem o trabalho dele, a visita trouxe elementos novos que me deixaram ainda mais fascinada pela genialidade de Castiglioni. Mas voltemos ao Magistretti...
O estúdio de Vico Magistretti (à diferença do de Castiglioni) sofreu modificações para receber a exposição e apresentar de forma mais sistemática seu trabalho como arquiteto e designer. Na entrada, uma espécie de estante finíssima exibe desenhos e pensamentos do designer, enquanto uma tela multimídia interativa (abaixo) percorre seus 60 anos de carreira, de 1946 a 2006. Apenas dois ambientes ficaram praticamente intocados: a sala de reuniões (no alto) e a sala onde Magistretti costumava trabalhar, a qual "dá a sensação de que ele tenha acabado de sair de lá", diz a jornalista da Abitare.


Apesar de ter projetado e executado uma série de edifícios em Milão, foi como designer que Vico Magistretti ficou internacionalmente conhecido, graças a seus inovadores projetos de mesas, cadeiras, sofás, luminárias e outros produtos. Mas o seu produto mais conhecido provavelmente é a cadeira Selene, escolhida para figurar como o item em destaque na inauguração do museu (de tempos em tempos, uma peça é escolhida para ser mostrada em detalhes, desde a criação, passando pela fase de protótipo, até a execução). 


Patenteada em 1967, a cadeira Selene ficou rapidamente conhecida pela inovação formal e construtiva (era feita de uma única chapa moldada de poliéster reforçado com fibra de vidro). Para driblar a baixa resistência do material devido à sua pouca espessura (3mm), Magistretti configurou a seção das pernas em forma de "S". Um "termômetro" da importância desta peça na história do design é o fato de ela integrar os acervos permanentes do MoMA NY e do Vitra Design Museum
Quem for a Milão não pode perder a chance de visitar o museu de Magistretti, assim como o de Castiglioni. Ambos são resultado da parceria da Fondazione Vico Magistretti e da Fondazione Achille Castiglioni com a Triennale di Milano e diversas empresas com as quais os designers trabalharam ao longo de suas vidas. Muito bacana essa iniciativa. E que venham outras! (Quem seria o próximo, Ettore Sottsass?)
Anote os endereços: o museu de Magistretti fica na Via Conservatorio 20, e o de Castiglioni, na Piazza Castelo 27.
(Vi no Designboom e na Abitare)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você tem algo a dizer? Ótimo, escreva aqui!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails